quinta-feira, 20 de junho de 2024 - 20/06/2024 00:30:52
Viagem e Cura


Não é por acaso que Budapeste é chamada de “Paris do Oriente”. A cidade tem muitas características em comum com a capital francesa e alguns pontos turísticos remetem imediatamente às vistas de Paris. Por isso, separei os pontos turísticos de Budapeste que a tornam a “Paris do Oriente”.

Quer descobrir mais destinos românticos? Conheça 15 lugares românticos para realizar uma viagem em casal

O que este artigo aborda:

Porque Budapeste é chamada de “Paris do Oriente”?

Inicialmente, é importante dizer que em Budapeste há um rio que corta a cidade e é margeado por castelos e belos edifícios. Também há uma colina semelhante a Montmartre, e você pode subir para apreciar o panorama de toda Budapeste. 

Além disso, a cidade recebeu esse nome por ser uma junção de Buda, Pest e Óbuda, unidas pela Ponte das Correntes e sete outras pontes.

Ainda hoje, são alguns dos cantos mais fotografados de Budapeste. Três dias podem ser suficientes para descobrir a capital da Hungria.

Passe ao menos um dia no Danúbio e faça uma viagem no tempo nas estações de metrô, construídas há 130 anos. 

Neste guia, falaremos sobre os principais pontos turísticos que você deve necessariamente conhecer ao viajar para Budapeste na primavera.

Confira o que separamos para você logo abaixo! 

Vai visitar e conhecer as maravilhas da República Tcheca? Que tal incluir também a Hungria no planejamento? Leia também o post Mercado Central de Budapeste

Distrito de Buda em Budapeste

O distrito de Buda foi o primeiro núcleo da cidade de Budapeste. Os habitantes de Pest refugiaram-se nesta colina e dentro das muralhas do castelo quando os ataques dos mongóis começaram a ser mais constantes.

Mas então vieram os turcos que conquistaram Buda em 1541 e lá permaneceram por quase 150 anos. Buda mudou completamente: as igrejas se tornaram mesquitas e minaretes e surgiram os famosos banhos turcos. 

Em 1686, após 75 dias de bombardeio, os austríacos libertaram Buda, mas nada restou do que havia do distrito: foi reconstruída mantendo a aparência antiga. 

Destruído novamente em 1945 e novamente erguido, hoje é a sede do Palácio Real, da Igreja Matthias e de algumas vistas muito bonitas da cidade. 

Vai viajar sozinha e não sabe para onde ir?! Leia também o post Top 10 lugares para viajar sozinha no exterior 

O distrito de Pest em Budapeste

Se Buda é a parte antiga e nobre de Budapeste, Pest é seu coração moderno e inovador. É completamente o oposto de Buda, sendo um lugar bem mais movimentado e, digamos, caótico.

Pest não tem grandes museus para ver: lá se destacam as lojas de estilistas e jovens artistas. Você ainda poderá conhecer vários pontos turísticos, como o Parlamento e a Catedral de Santo Stefano, a Grande Sinagoga e o Museu Etnográfico. 

Também é a parte ideal de Budapeste para fazer compras: há muita loja para conhecer ao longo da Avenida Andrássy. Há também uma Casa do Terror, usada pelos nazistas e comunistas, como um local de tortura, que hoje é aberta à visitação.

Vai fazer uma eurotrip? Descubra O que fazer em Amsterdã de graça.

Museu de Belas Artes de Budapeste

Não espere encontrar uma coleção de arte tão grande em um país da Europa Oriental como na Hungria. Ainda assim, o Museu de Belas Artes de Budapeste não deixa nada a desejar para os grandes museus do mundo, como o Prado em Madrid e o Louvre em Paris.

O museu está dividido em seis grandes seções: antiguidades greco-romanas, coleção egípcia, esculturas, moldes e desenhos, a galeria de mestres antigos e a de mestres contemporâneos. 

Essas duas últimas seções preservam obras de riqueza excepcional:  El Greco, Murillo, Giotto, Tiepolo, Goya, Pieter Bruegel. Na coleção dos séculos XIX e XX, há obras de todos os principais impressionistas franceses, Renoir, Monet, Delacroix e outros.

Quer ler sobre mais destinos europeus incríveis para flanar por ai? Leia também:

Principais pontos turísticos de Barcelona: atrações imperdíveis

Budapest Statue Park

Enquanto todos os países do leste se aproveitavam do fim do comunismo para derrubar as estátuas resgatando as décadas de falta de liberdade, eles fizeram diferente.

Os húngaros reuniram todas as estátuas representando as grandes figuras do comunismo (Marx, Lenin, Stalin) junto com soldados libertadores anônimos da antiga URSS e criaram um parque de memórias do comunismo. 

Se você quiser levar um pedaço dele para casa, também poderá comprar souvenirs dos anos da Guerra Fria (alfinetes, camisas, cigarros antigos). 

Se você estiver interessado, há uma bela exibição sobre como um espião comunista era treinado.

Vai fazer uma viagem internacional? Leia também o post Viagem ao Exterior: 5 Reservas Importantes Para Fazer

Os banhos termais de Budapeste

É um dos meus pontos turísticos de Budapeste favoritos.

Sabe-se que os romanos tinham uma preferência especial por spas: não apenas não perderam a oportunidade de tomar um banho quente nas nascentes de Budapeste, como fizeram mais.

Eles fundaram o “Aqiuncum” com grandes spas, cujos restos ainda podem ser vistos hoje em vários lugares em Óbuda. 

Desde então, Budapeste sempre foi uma cidade termal e não perdeu essa característica, mesmo quando se tornou uma metrópole: hoje é a única capital europeia com spas e em 1934 obteve o título de “cidade termal”. 

Você pode desfrutar dessa longa tradição e, acima de tudo, 70 milhões de litros por dia, com uma temperatura de 21 a 78 ° C, em grandes e pequenos banhos termais.

A Grande Sinagoga em Budapeste

Budapeste sempre teve uma grande comunidade judaica. Hoje, 22 sinagogas ainda estão ativas, muitas das quais em escolas, hospitais ou casas particulares. A maior sinagoga da Europa está ativa no centro do gueto judeu.

Construída em 1859 em estilo neo-mourisco, pode acomodar até 3000 pessoas. Na parte inferior da sinagoga há lugares para 1497 homens, enquanto no andar superior há lugares para 1472 mulheres.

No jardim da sinagoga, logo acima de uma antiga cova coletiva, existe um monumento que lembra os judeus mortos pelos nazistas em 1944: é um salgueiro, chamado “Árvore da vida”, com folhas de metal. Em cada um deles está gravado o nome de um judeu.

Ilha Margaret em Budapeste

Jardins, spas, piscinas, parques para caminhadas e esportes. Quem visita Budapeste com pressa geralmente perde a oportunidade de visitar a Ilha Margaret, que fica bem no centro do Danúbio e pode ser facilmente alcançada com a ponte de mesmo nome.

O ideal é alugar uma bicicleta no local e percorrer os cantos desta ilhota por toda parte, afinal são apenas 2,5 km! 

Antes da Ilha Margaret, havia três ilhotas distintas: a ilha Seaside, a ilha Painters e a ilha Lepri. Unidas pelo concreto no final de 1800, hoje elas formam uma única ilha com o nome da filha do rei Béla IV, Margaret, que se retirou para um mosteiro na ilha após a invasão do tártaro. 

Hoje é o local preferido dos habitantes que procuram algumas um local sem poluição para dar um mergulho nas águas termais da grande piscina externa do Palatinus.

E então, gostou de conhecer mais sobre os pontos turísticos de Budapeste, capital da Hungria? Saiba que para visitar o país e entrar em Budapeste, é obrigatório por lei ter um seguro saúde. Clique aqui e saiba como obter o seu!

Se você está planejando uma viagem e quer um Roteiro de Viagem Personalizado, contrate uma personal Travel Desgin. Quer saber mais?! Leia o post Roteiros Personalizados!

Por fim, você ainda ficou com alguma dúvida? Comenta aqui embaixo ou aproveite e compartilhe a sua experiência. Vou adorar saber mais.

Enfim, se quiser conferir outras dicas sobre Budapeste, ou quer saber mais sobre outros destinos nacionais e internacionais, deixe o seu comentário aqui embaixo. Quem sabe este pode ser o próximo post, não é?

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Luana Lôpo

Por Luana Lôpo

Booking.com
1

Pode ser do seu interesse

Passeios grátis em São Paulo em 2022

Passeios grátis em São Paulo em 2022

Como fazer um intercâmbio?

Como fazer um intercâmbio?

Quanto custa viajar para Bali Indonésia

Quanto custa viajar para Bali Indonésia

Viagens baratas internacionais: os países mais baratos para viajar

Viagens baratas internacionais: os países mais baratos para viajar

Melhores pontos turístico de Paris: o que fazer na capital francesa

Melhores pontos turístico de Paris: o que fazer na capital francesa

Veja de perto as ondas gigantes de Nazaré, em Portugal" title="Veja de perto as ondas gigantes de Nazaré, em Portugal">

Veja de perto as ondas gigantes de Nazaré, em Portugal