Comece a planejar sua viagem agora com descontos imperdíveis

HOTÉIS

como fazer para reclamar no airbnb

Vai viajar de Airbnb? 3 coisas para conferir em uma viagem com a escolha de hospedagem para o airbnb

Hotéis

O Airbnb  é a principal plataforma de aluguel de estadias por temporada do mundo e, apesar de ser uma referência em sua categoria, ela não  está livre de armadilhas, muitas vezes só percebidas ao chegar na casa. Por isso, se você vai viajar de Airbnb é preciso fazer um check list de coisas para conferir em uma viagem com a escolha de hospedagem para o airbnb

Só para se ter uma ideia do sucesso da plataforma, são anunciadas cerca de sete milhões de acomodações em 191 países, ou seja, um número muito maior que o oferecido pelas cinco principais redes de hotéis do mundo juntas. Nada menos que duas milhões de pessoas se hospedando por meio dessa plataforma.

Mas, mesmo que todo esse sucesso e reconhecimento possam gerar uma sensação de confiança, é preciso estar sempre alerta para não cair em ciladas, gerando frustração e aborrecimentos ao conhecer a acomodação. 

Veja, a seguir, as primeiras coisas que deve checar logo ao chegar em casa para não prejudicar sua estadia ou suas férias.

Vai viajar e está na dúvida qual o melhor tipo de hospedagem? Leia os posts O que significa albergue (O que é hostel) e Qual a diferença entre hotel, pousada e resort.

Principais problemas que deve checar

Para garantir uma estadia tranquila, de acordo com a política da própria plataforma, é preciso checar possíveis problemas com as acomodações para comunicar, no mínimo, até 72 horas após a descoberta. 

Caso seja constatado o problema, é que o mesmo pode prejudicar a qualidade da estadia, então, a plataforma fornecerá um reembolso integral ou parcial e, dependendo do caso, além de ajudar a encontrar acomodações semelhantes.

Dentre os principais problemas que deve checar logo ao chegar ao local, podemos destacar:

1. Recursos de segurança

Verifique se há detectores de fumaça e monóxido de carbono na propriedade. 

Dentre os recursos de segurança, a higiene também deve ser considerada, por isso, não deixe de verificar as acomodações no momento do check-in, se estão habitáveis, com condições ideais de limpeza e higiene, incluindo roupas de cama e toalhas.

Verifique se há mofo no ambiente e se há presença de pragas, pois são problemas que podem colocar a sua saúde, e de sua família, em risco.

2. Se o anúncio não corresponde à realidade

Não deixe de verificar, também, se o anúncio corresponde ao que você está vendo, tanto quanto ao tipo, como número de acomodação (por exemplo, casa inteira, quarto inteiro, ou quarto ou banheiro compartilhado).

3. Não funcionamento da acomodação

É muito importante logo verificar se os ambientes oferecem as funcionalidades prometidas, como banheira de hidromassagem no banheiro, chuveiro ou banheira; se a cozinha possui geladeira, se o fogão funciona corretamente, e se tem gás, se é gás encanado ou gás de botijão, e se for botijão, verificar se o botijão está vazio ou cheio.

Não deixe de checar também os sistemas elétricos, luzes, aquecimento ou ar-condicionado.

Como funcionam as reclamações

Como foi dito, para ter direito ao reembolso ou a acomodações semelhantes, é preciso que as reclamações sejam feitas à plataforma em um prazo máximo de 72 horas após a descoberta do Problema, e devem conter evidências relevantes, como fotos, vídeos ou confirmação das condições pelo Anfitrião. 

Mas, atenção, antes de enviar qualquer reclamação, a dica é que o hóspede, primeiro, notifique o anfitrião, para tentar resolver o Problema diretamente com ele. Por exemplo, pode ser solicitado reembolso diretamente ao anfitrião. É possível, inclusive, que ele pague ou contribua com o custeio de novas acomodações. Lembrando que é do interesse do anfitrião, também, resolver o problema, se ele pretende continuar na plataforma.

Como funciona a política de Reembolso 

O hóspede que tiver um problema com a hospedagem, estará coberto pela política da plataforma, da seguinte forma:

Se o problema for denunciado em até 72 horas após o check-in, o hóspede será reembolsado com o valor pago através da Plataforma Airbnb, ou seja auxiliado a  encontrar outro alojamento, que seja comparável ao que reservou originalmente, em termos de tamanho, divisões, funcionalidades e qualidade. 

Caberá à Airbnb decidir se um problema relatado deve ser reembolsado ou se deve ser feita uma nova reserva à um outro alojamento.

Lembrando que, quanto antes fizer a reclamação, mais chances terá de ser reembolsado ou de desfrutar o restante dos dias em um outro alojamento.

Requisitos para fazer uma Reclamação

Mas, certamente, existem algumas exigências para que uma reclamação seja validada pela plataforma, e o hóspede tenha direito ao reembolso ou a um novo alojamento. É preciso cumprir algumas condições. Tais como:

  • É preciso que o reclamante seja o Hóspede que reservou o Alojamento;
  • É preciso que o problema encontrado seja comunicado por escrito ou por telefone, no prazo entre 24 e 72 horas, no máximo, após descobrir a existência do mesmo. E a reclamação deve vir documentada com fotografias, vídeos ou outras provas escritas ou tangíveis sobre o alojamento e as circunstâncias do problema;
  • O hóspede deve responder a quaisquer pedidos sobre informações adicionais ou de colaboração sobre o problema, dentro do prazo especificado pela Airbnb;
  • O hóspede não deve ter causado o problema, nem direta ou indiretamente;
  • Primeiramente, é aconselhável tentar resolver o problema com o próprio anfitrião;
  • O hóspede só poderá receber um reembolso ou assistência na reserva para um outro alojamento se concordar em desocupar o alojamento. Caso insista em permanecer no alojamento, provavelmente, só conseguirá um reembolso parcial, se a Airbnb considerar o que foi reclamado como um problema.

E é isso, no mais, é sempre bom ter em mente que viajar é muito bom, mas viajar tranquilamente, com segurança, é muito melhor!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Olá! Eu sou a Luana Lopo, sou uma baiana completamente apaixonada por viagens.

    Compartilho nas minhas redes sociais (@viagemecura) e aqui no blog minhas experiências de viagem ao redor do mundo, incentivando outras pessoas realizarem a viagem dos sonhos. Compartilho ainda o meu dia a dia e o meu lifestyle.

    Leia mais

  • Reserve pelo TripAdvisor

  • FLIXBUS

  • Baixe o ebook gratuito Viajando Sozinha

    capa de um ebook sobre viajar sozinha, foto de uma mulher de costas em uma cachoeira em tons terrosos e título do livro em cores também terrosas
  • Booking.com