Casa de Jorge Amado: um dos melhores museus de Salvador

O nosso país é repleto de bons artistas, os quais fizeram história não só no Brasil, como no mundo. Dentre todos eles, não podemos deixar de citar Jorge Amado, um ícone da literatura brasileira, o qual representava as mazelas da sociedade por meio de seus escritos.

Apesar de fazer parte do movimento literário modernismo, seus livros flertavam com o realismo e o realismo mágico. Afinal de contas, diversas de suas crônicas faziam críticas à sociedade e ao governo da época.

Não à toa que viveu uma parte da sua vida em exílio, devido às suas crenças políticas. Fato é que suas obras são relevantes até os dias de hoje. Tanto que ainda há adaptações para filmes e peças de teatros, por exemplo.

Por isso, diante de todo esse histórico, é quase que uma obrigação visitar a casa de Jorge Amado ao ir para Salvador. Então, se você quer aprender um pouco mais sobre esse assunto, é só se manter nesse artigo.

Vai viajar também pela capital baiana? Leia mais sobre Salvador:

As 8 melhores praias em Salvador

Onde ficar: Salvador

O que fazer no Pelourinho.

10 atrações gratuitas em Salvador.

Quem foi Jorge Amado?

Jorge Amado foi um dos escritores mais traduzidos de todos os tempos. Suas obras são tão relevantes que já foram adaptadas ao cinema, teatro e televisão. Além do mais, seus 49 livros já foram tema de escola de samba.

Os seus livros já foram traduzidos em 49 idiomas, em cerca de 80 países. Sua importância era tamanha que diversos ícones já visitaram a sua casa, desde a sua morte. Vale salientar ainda que seus livros já foram traduzidos para o braile e fitas gravadas para cegos.

Inclusive, em 1994, a sua obra foi reconhecida com o Prêmio Camões, um dos mais relevantes. Ainda que você nunca tenha lido uma de suas obras, com certeza deve ter tido contato por outros meios. Mas, dentre suas obras mais conhecidas, citamos:

  • Dona Flor e Seus Dois Maridos;
  • Tenda dos Milagres;
  • Tieta do Agreste;
  • Gabriela, Cravo e Canela;
  • Tereza Batista Cansada da Guerra;
  • Capitães da Areia.

Mas, apesar de muito se falar do escritor Jorge Amado, não se pode deixar de citar as suas demais atuações, as quais também se faziam presentes em suas obras. Jorge era político e jornalista. Também foi bacharel em direito, no ano de 1953. Contudo, nunca exerceu a profissão.

Como é a casa de Jorge Amado?

A casa de Jorge Amado, ou Casa do Rio Vermelho, como também é chamada, nada mais é que o lar de Jorge Amado e sua esposa, Zélia Gattai. A casa foi inaugurada em novembro de 2014, seis anos depois do falecimento de Zélia.

Nos dias de hoje, é um dos pontos turísticos do qual não se pode deixar de visitar em Salvador, haja vista a sua relevância. Jorge Amado sempre representou muito bem a cultura baiana, e tudo isso está representado em sua casa que, hoje, também abriga o museu.

Então, além de encontrar as obras do escritor e de sua esposa, ao visitar a casa, você irá se surpreender com a coleção de artesanato, por exemplo, a qual foi trazida do mundo todo e também de Salvador.

Além do mais, a casa de Jorge Amado era uma das mais bem frequentadas, haja vista que recebia personalidades do mundo todo, como: Gabriel García Márquez, João Gilberto, Pablo Neruda, Sophia Loren e vários outros.

Mas, fora isso, diversas outras personalidades já foram visitar a intimidade do casal, como Caetano, Sônia Braga, Roman Polanski, Jean-Paul Sartre, Simone de Beauvoir, Tom Jobim, Pablo Neruda e diversos outros.

Como é a disposição da Casa de Jorge Amado?

A Casa Jorge Amado possui 22 espaços, os quais são adaptados para o museu é bem amplo. Todo o espaço visa retratar a vida cotidiana do casal, além da própria cultura da Bahia. Então, trata-se de uma visita um pouco longa.

O primeiro cômodo é a sala do casal. Lá, até hoje se mantém o mesmo sofá, uma antiga televisão e a máquina de escrever do escritor. Além do mais, no mesmo cômodo, há uma vitrola e os discos preferidos de Jorge Amado.

Em seguida, há o quarto de hóspedes. Nele, há projeções de imagens dos mais diversos visitantes do escritor e um pouco da amizade de Jorge e Zélia com diversas personalidades. Ao sair do quarto de hóspedes, tem a cozinha de Dona Flor.

Até os dias de hoje, preserva-se a sua forma original. E, um pouco mais à frente, existe um cômodo que se chama “Os amados sabores de Jorge”. Nele, há algumas exposições dos pratos típicos da culinária baiana, os quais eram uma das paixões do escritor.

Depois, você fica de frente com a sala de leitura. É possível sentar, relaxar e ouvir algumas passagens de obras do escritor. Ainda no cômodo, há projeção de ilustrações também dos escritos de Jorge Amado.

Há ainda outros cômodos, os quais são ainda mais especiais e conferem uma experiência muito interativa. São elas:

Trocando cartas

Esse é um dos cômodos dedicados a reunir todas as cartas que Jorge Amado trocava com os seus familiares e amigos, por exemplo. O visitante pode não apenas ver, como também ler a intimidade de todos eles.

Ademais, há cartas de pessoas ilustres, como Carlos Drummond, Yoko Ono, Monteiro Lobato, François Mitterrand e diversos outros.

Lagoa dos Sapos

Na parte externa, há um jardim bem extenso, o qual confere um visual ainda mais bonito para o local. No entanto, nos dias de hoje, no local em que era uma piscina, hoje em dia é uma lagoa. Jorge Amado tinha uma paixão por sapos e, no jardim, há várias estatuetas do animal.

Além do mais, foi nesse local que depositaram as cinzas do casal, bem aos pés de uma enorme mangueira. Fora isso, o jardim possui banquinhos de alvenaria, jasmim de cerâmica, sapinhos e uma imagem de exu.

Escritório de Zélia

Antes mesmo de chegar ao escritório de Zélia, há uma face comunista de Jorge Amado. Mas, ao adentrar ao cômodo, a decoração local mostra a origem italiana da família de Zélia. Ainda ficam lá as bonecas que ela mesma, além de algumas peças do guarda-roupa.

Onde fica a Casa Jorge Amado e qual o valor?

É importante não confundir a Casa Rio Vermelho com a Fundação Casa de Jorge Amado. Não se trata da mesma coisa. A casa fica na Rua Alagoinhas, 33, no Rio Vermelho. No entanto, a melhor forma de chegar ao local de táxi ou Uber.

Isso acontece porque o local fica próximo à orla, o qual possui ruas sinuosas, estreitas e ladeiras. Mas atente-se ao horário de funcionamento, que é das 10h às 16h. Em relação aos valores, a inteira é R$20,00 para adultos.

Contudo, estudantes ou maiores de 60 anos pagam meia. E, nas quartas, a visitação é gratuita.

Quer conhecer mais museus pelo mundo?! Confira também os posts dos blogs parceiros:

1. Cantinho de Ná – Museu Tate Modern: arte moderna em Londres e Liverpool

3. 6 Viajantes – Museu do Futebol em Montevidéu –

4. Expedições em Família – Caminho Velho – Museus e Acervos Museais na Estrada Real

5. Vamos viajar pra onde agora – Museu Mazzaropi em Taubaté

6. Família que Viaja Junto – O Museu de História Natural de Los Angeles

7. Uma Viagem Diferente – Museus em Doha, Qatar

8. Felipe, o Pequeno Viajante – Museu do Palácio Real Narayanhiti em Kathmandu

9. Destinos Por Onde Andei… – Museu da Cerveja em Blumenau

20 respostas

  1. Que delícia. Amooo. Quero muito conhecer o museu Casa de Jorge Amado. Sei que ele é um dos melhores museus de Salvador. Que lindo.

  2. Já estive algumas vezes na Casa de Jorge Amado e sempre volto. Também indico a visita. É um lugar que me traz aprendizado, conhecimento e boas emoções. Bom demais.

  3. Amiga voce deu uma aula extraordinária de Salvador e Jorge Amado. Eu infelizmente nunca li um livro dele mas assisti diversas novelas e seriados baseados nas obras dele. Que diga-se de passagem foram sensacionais. O meu favorito foi Gabriela.
    Louca para visitar essa cidade incrível e descobrir com meus próprios olhos suas dicas sobre Salvador.

  4. Quem não conhece Jorge Amado? Impossível não conhecer, né? Deve ser uma sensação maravilhosa pisar na Casa de Jorge Amado e imaginar que alguém tão notável ali viveu as suas vitórias e derrotas.

  5. Jorge tinha um estilo muito diferenciado e acredito que essa casa consiga passar bem parte dessas características. Ja adicionei no meu roteiro 🙂

  6. Ah estive ai no ano passado. Achei demais a casa de Jorge Amado, realmente um dos melhores museus de Salvador.

  7. Nossa que interessante a Casa de Jorge Amado. Já deixei na minha lista de lugares que quero conhecer da próxima vez que for a Salvador. Adorei!

  8. Conheci a casa de Jorge Amado quando ainda nao era um museu. Fui lá produzindo um programa de entrevista que iria entrevistar Zélia Gattai. E foi uma das tardes mais agradáveis que já passei. Ele já estava doente, acamado. Mas ela nos mostrou quase a casa toda e fez uma belíssima entrevista.
    Preciso voltar lá para ver o museu, agora.

  9. Que legal esse museu! Vou para Salvador hoje, acredita?? Já vou incluir no meu roteiro uma visita a casa de jorge amado! Adorei a dica

  10. Não conhecia a casa de Jorge Amado e nem sabia que esse era um dos melhores museus de Salvador! Jorge Amado certamente foi um dos escritores mais famosos deste pais. Eu amava a novela Tieta, Gabriela e amei dona Flor e seus 2 maridos. Capitães de areia tive que ler na escola.
    Amei seu post! Parabéns!

  11. Que dica legal visitar a Casa de Jorge Amado, este museu completo sobre este ícone da cultura brasileira.
    Adoraria conhecer, que venha logo, amo a Bahia!

  12. Show, Luana! Já conhecia a Fundação no Pelourinho, mas seu post abriu meu apetite p/ conhecer a casa no Rio Vermelho também! Salvador é mesmo o máximo. Já fui muitas vezes, mas sempre tem uma novidade p/ curtir!

  13. Não sabia dessa Casa de Jorge Amado em Salvador. Visitei uma em Ilhéus. Já salvando essa dica de museu! Adorei

  14. Nunca visitamos a Casa de Jorge Amado, mas na próxima viagem a Salvador pretendemos conhecer esse museu que pareceu muito interessante pela sua descrição.

  15. Nossa, adorei a Casa de Jorge Amado de Salvador. Mas só conheci através do seu post mesmo! Estive na cidade quando era criança. Ou seja, tem mais de 20 anos! Preciso voltar agora com meus filhos e visitar esse museu! Adorei!

  16. Já conheço a Cada do Jorge Amado em Ilhéus, mas ainda falta a de Salvador. Amei as suas dicas ☺️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Olá! Eu sou a Luana Lopo, sou uma baiana completamente apaixonada por viagens.

    Compartilho nas minhas redes sociais (@viagemecura) e aqui no blog minhas experiências de viagem ao redor do mundo, incentivando outras pessoas realizarem a viagem dos sonhos. Compartilho ainda o meu dia a dia e o meu lifestyle.

    Leia mais

  • Reserve pelo TripAdvisor

  • Baixe o ebook gratuito Viajando Sozinha

    capa de um ebook sobre viajar sozinha, foto de uma mulher de costas em uma cachoeira em tons terrosos e título do livro em cores também terrosas
  • Booking.com