rio de janeiro o que fazer de graça

Escadaria Selarón: lugar instagramável no Rio de Janeiro

Ao falar sobre os pontos turísticos do Rio de Janeiro, é bem provável que você lembre do Cristo Redentor ou do Pão de Açúcar. Afinal de contas, esses são os mais conhecidos e que muitas pessoas sonham em conhecer. Mas você já deve ter visto no instagram um dos lugares favoritos das blogueiras para tirar aquela foto instagramável: a Escadaria Selarón.

No entanto, há vários outros pontos dos quais você deveria conhecer e, dentre eles, não podemos deixar de falar da escadaria Selarón. A verdade é que o estado do Rio de Janeiro é muito rico em história, e aqui não é diferente.

Quer conhecer mais das praias incríveis do Rio de Janeiro? Leia também o post 10 praias no rio de janeiro de tirar o fôlego

Fora isso, quando alguém fala sobre o Rio, é automático associar à felicidade, alegria e muito euforia. E, um dos pontos que mais refletem essa energia com certeza é a escadaria Selarón, motivo pelo qual é o terceiro local mais visitado do Rio de Janeiro!

Então, se você quer saber mais sobre esse assunto, bem como entender um pouco mais sobre esse ponto turístico, é só continuar nesse artigo. Confira abaixo!

Qual é a história por detrás da escadaria Selarón?

É bem provável que a sua principal dúvida a respeito do assunto diz respeito a qual a sua história. Na verdade, trata-se de uma história um tanto quanto simples, mas que com certeza acarreta uma simbologia muito interessante.

O nome da escadaria se dá porque o nome do artista que fez a arte. Em suma, em 1990, Jorge Selarón iniciou um processo de revitalização de alguns degraus da escadaria, a qual detinha uma conservação péssima.

E, como ficava bem em frente à sua casa, ele resolveu que iria dar um jeito por si própria. E, como na época já tinha veias artísticas, enveredou para esse lado. Contudo, no início, os seus vizinhos não colocavam tanta fé em seu trabalho.

Não raramente zombavam a respeito das combinações de cores que, para eles, eram um tanto bizarras e desarmônicas. A escadaria começou a tomar forma através de pedaços de azulejos na cor amarela, verde e azul.

Quer visitar outros pontos turístico do Rio de Janeiro? Compre seus ingressos nos parceiros do blog e evite filas e planeje com calma sua viagem incrível.

Tudo remetia a bandeira do Brasil e, de início, não passava de um mero passatempo, haja vista que Jorge já tinha um grande amor pela pintura. Mas, à medida que o tempo passava, e a escadaria tomava forma, tornou-se uma obsessão.

Contudo, o que muita gente não sabe é que Selarón começou a ficar sem dinheiro e, por isso, vendeu alguns quadros para manter a sua fixação. A sua obra de arte foi um processo bem cansativo, mas com certeza valeu a pena, uma vez que hoje é um dos pontos mais visitados do Rio.

Vai viajar para um local distante e não quer pagar caro pela passagem de avião? Descubra os melhores sites para comprar passagens aéreas. 

Como é a escadaria Selarón?

rio de janeiro o que fazer de graça
Foto por por Rodrigo_Soldon

Oficialmente, ela se chama Rua Manuel Carneiro, e fica entre os bairros Santa Teresa e Lapa, no RJ. Inclusive, fica apenas 5 minutos a pé até os Arcos da Lapa. E Escadaria Selarón detém duzentos e quinze degraus, o que confere cerca de 125 metros de comprimento.

No entanto, todo o seu trajeto é coberto por mais de dois mil azulejos, os quais foram recolhidos em mais de sessenta países do mundo! Ou seja, não é uma simples escadaria, mas cada degrau tem, literalmente, uma parte do mundo.

A história do nosso globo terrestre é contada a cada degrau, e é isso que faz a experiência ser ainda mais incrível. Mas, no início, Selarón retirava os azulejos de canteiros de obras que encontrava pelas ruas do Rio de Janeiro.

Contudo, nos últimos anos, cada visitante que ia conhecer a tão famosa escadaria Selarón, doava um azulejo. Fora isso, dos mais de 2.000 azulejos que tem na escadaria, cerca de 300 foram pintada à mão, retratando uma mulher africana grávida.

Mas, em maio de 2005, a escadaria foi reconhecida como tendo um valor histórico. Por isso, a prefeitura da cidade deu o título de cidadão honorário do Rio de Janeiro. Então, por carregar tamanho peso, esse é um local do qual vale a pena conhecer.

Vai viajar sozinha e quer aquela legenda perfeita para suas fotos do Instagram? Depois de aprender a como tirar fotos viajando sozinha, que tal aprender algumas frases sobre viajar sozinha e arrasar na legenda de seus posts?!

Como visitar a Escadaria Selarón?

Agora que você já entendeu bastante desse assunto e do quão ele é importante, com certeza quer saber como visitar a Escadaria Selarón. O local fica bem próximo aos Arcos da Lapa, onde inclusive também há alguns mosaicos feitos pelo artista.

Então, se dos Arcos você quiser ir visitar a escadaria, de transporte público, basta ir até o metrô até a estação Cinelândia. Mas, se preferir ir de ônibus, basta ir até a rua Mem de Sá e caminhar por volta de 5 a 10 minutos até o local.

Fora isso, o melhor acesso é pela rua Teotônio Regadas, a qual fica entre a Sala Cecília Meireles e o Restaurante Ernesto. Ao chegar próximo, você já vai ver a escadaria, assim que entrar na rua. É bem fácil de chegar.

O melhor de tudo é que a Escadaria Selarón fica aberta a qualquer hora, sem qualquer cobrança por entrada. Por isso, você pode aproveitar para ir assim que tiver um tempo. Contudo, o maior movimento é durante o dia, de segunda a sexta-feira.

3 respostas

  1. Esse lugar dá lindas fotos. Ainda mais se for de manhã cedinho quando os turistas ainda dormem.
    Você ainda fica livre dos ambulantes que tentam te empurrar um monte de coisas 😉

  2. Obrigada Luana pelo conteúdo, simplesmente uma aula de História. A escadaria, além de linda, encontra-se próxima a uma parte bastante cultural no Rio de Janeiro, com certeza ela fará parte do nosso roteiro!

  3. Não conhecia a história da escadaria Selaron!! Com certeza iremos incluir em nosso roteiro de viagem pro Rio e vai render bonitas fotos!! Valeu, Lu!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Olá! Eu sou a Luana Lopo, sou uma baiana completamente apaixonada por viagens.

    Compartilho nas minhas redes sociais (@viagemecura) e aqui no blog minhas experiências de viagem ao redor do mundo, incentivando outras pessoas realizarem a viagem dos sonhos. Compartilho ainda o meu dia a dia e o meu lifestyle.

    Leia mais

  • Reserve pelo TripAdvisor

  • Baixe o ebook gratuito Viajando Sozinha

    capa de um ebook sobre viajar sozinha, foto de uma mulher de costas em uma cachoeira em tons terrosos e título do livro em cores também terrosas
  • Booking.com