turismo ecológico

O que fazer no Vale do Capão na Chapada Diamantina

Você vai viajar para a Chapada Diamantina e que saber o que fazer no Vale do Capão? Aproveite este post-guia com bastante atenção, pois vou esclarecê-las, além de dar dicas úteis e informações importantes para ajudá-lo na sua viagem a esse paraíso.

Se você ainda não conhece o Vale do Capão na Chapada Diamantina e deseja visitar o lugar em algum momento da sua vida, esse texto vai te convencer a começar a sua viagem imediatamente.

Como eu já falei aqui, o local é mágico e te conecta com a natureza e com Deus, além de ser um dos locais mais lindos que eu já visitei.

Se você chegou aqui no blog agora ou nos acompanha há algum tempo, pode ler mais sobre como chegar até o Vale do Capão e tudo que você precisa saber no nosso artigo chamado Vale do Capão, se quer descobrir os melhores restaurantes do Vale poderá ler o texto Onde comer no Vale do Capão.

Este texto será um guia sobre “O que fazer no Vale do Capão” pois estamos partindo do princípio que você já sabe como chegar até lá Ok!

Então vamos lá.

O Vale do Capão: um paraíso isolado na Chapada Diamantina.

Bora entrar de cabeça nesse lugar incrível que consegue tocar no coração e agradar viajantes dos mais variados lugares do planeta.

É isso mesmo, o Vale do Capão na Chapada Diamantina atraí pessoas de todo o mundo para conhecer suas belezas naturais e seu modo de vida simples e aconchegante.

Os habitantes são hospitaleiros e podem te orientar e indicar muitos passeios e atividades para que você possa curtir o lugar. De qualquer forma é bom chegar lá já sabendo quais lugares quer conhecer não é mesmo!

O poder curativo do Vale do Capão

Antes de seguir com a leitura, vale uma primeira dica! Esteja preparado para se libertar de todas as amarras, toda a energia negativa, stress do dia a dia e esteja pronto para encontrar paz e tranquilidade. O Vale do Capão é o local para se conectar com a natureza, com o que há de mais divino dentro de nós!

Isso não significa que você obrigatoriamente ficará apenas no local que escolher para se hospedar, você tão somente o tempo que achar necessário, uma vez que as opções de trilhas e passeios são infinitas.

Vou meus lugares favoritos e te deixar por dentro sobre “O que fazer no Vale do Capão” . Ah, vale ler até o final para garantir que você fique por dentro de todas as dicas.

O que fazer no Vale do Capão

Cachoeira da fumaça

Um dos destinos mais procurados é a Cachoeira da fumaça, esse é um dos mais belos cenários da Chapada Diamantina e talvez do mundo inteiro. A queda d’agua da Cachoeira da Fumaça tem cerca de 340 metros e é rodeada por paredões rochosos surpreendentes e exuberantes da natureza.

Existem duas formas de chegar a Cachoeira da Fumaça, o percurso mais fácil permite que você veja a cachoeira por cima. Mas fácil não significa tranquilo, então viajante vale se preparar antes de entrar na aventura.

A trilha que leva até a cachoeira tem 12 quilômetros entre a ida e a volta e os 2 primeiros quilômetros são de subida, isso significa que você precisa estar preparado (a). A trilha da Cachoeira da Fumaça é considerada de nível médio.

Mas te garanto que chegando ao mirante, a vista e a energia que você vai sentir no local valerá todo o esforço. Com sorte e uma boa energia, você poderá aproveitar um lindo arco íris que eventualmente aparece e encanta a todos os visitantes.

Cachoeira da Fumaça. Vale do Capão, Chapada Diamantina. Foto por Vinícius Melo.

Existem várias opções de locais para observar o espetáculo da água que se transforma em fumaça. Daí vem o nome “Cachoeira da Fumaça”, eu sou encantada pelo local e aconselho que você faça uma visita quando passar aqui pelo Vale do Capão.

Dica extra: os viajantes mais aventureiros e amantes de trilhas com um bom preparo físico poderão optar por fazer o roteiro da Cachoeira da Fumaça por baixo.

A trilha, com nível de dificuldade alto, tem no total de 36 quilômetros e leva três dias de viagem em acampamento. Para fazer essa trilha, é preciso se organizar com antecedência para contratar um guia ou agência que faça o roteiro.

No retorno da trilha você deve separar um tempo para parar e provar um pastel de jaca na Lanchonete Trilha da Fumaça. Se quer conhecer esse e outros restaurantes, basta ir no post Onde Comer no Vale do Capão.

Cachoeira do Rio Preto

Cachoeira Rodas e Rio Preto. Chapada Diamantina, Bahia
Cachoeira Rodas e Rio Preto. Chapada Diamantina, Bahia

Você já esteve em uma piscina natural de 50 m de extensão, pois é exatamente esse cenário que você vai encontrar aqui. A trilha para chegar até lá é considerada nível leve a moderado.

Esse destino é um dos mais visitados pelos moradores do Vale do Capão, isso porque o percurso é super tranquilo e agradável e a cachoeira é ótima pra banho.

A queda d’agua da Cachoeira do Rio Preto tem cerca de 4 metros de extensão e a incrível piscina natural de 50 metros que tem uma cor escura avermelhada é surpreendente.

Na trilha que leva a cachoeira, existem bifurcações para outros locais. Portanto vale ter atenção e se necessário contratar um guia local para te acompanhar.

Para os que utilizam o aplicativo Wikiloc tem que tomar cuidado, pois existem trilhas que estão desatualizadas. Eu e o Vinícius Melo (@euvinimello) gravamos nossa trilha, já com as bifurcações corretas. Se não quiser se perder, já acessa a trilha no Wikiloc do Vini Melo.

Cachoeira do Riachinho

A Cachoeira do Riachinho fica a cerca de 5 quilômetros da entrada da Cachoeira da Fumaça e uns 6 quilômetros da vila do Capão e é um dos locais mais visitados porque é muito fácil chegar até ela.

Se você estiver de carro por exemplo, pode parar na “porta” da cachoeira, do local onde você para o carro até a cachoeira você não leva mais que 5 minutos, basta descer uma escadaria que você chega lá.

A Cachoeira do Riachinho é ideal para levar as crianças candidatas à futuros aventureiros, é verdade as crianças adoram o local pois ela tem um ótimo poço pra banho. Mas vale ficar atento, afinal estamos ao ar livre e em um local que pode ser escorregadio para crianças, logo vale acompanhar sempre seu filho (a) ou sobrinho (a) para curtir o passeio com alegria e segurança.

Aproveite para contemplar o por do sol na Cachoeira do Riachinho, a experiencia é inesquecível.

Riachinho Vale do Capão
Cachoeira do Riachinho, Vale do Capão

Vai viajar para Chapada Diamantina? Leia também O que fazer em Lençóis

Poço da Angélica e Cachoeira da Purificação

Para acessar a trilha que te leva ao Poço da Angélica e Cachoeira da Purificação, você precisa ir até o povoado do Bomba pois a trilha começa neste local. Essa trilha é uma das mais fáceis do Vale do Capão, porém se você não estiver de carro não é tão simples assim, pois para chegar do Vale do Capão ao povoado do Bomba, são cerca de 8 quilômetros e como eu falei no post do Vale do Capão, por conta do relevo e das estradas, oito quilômetros no vale equivale a muito mais na cidade.

Dica! Se estiver sozinho ou em duas pessoas, você pode pedir ajuda aos guias locais para ir até o local com algum grupo de turistas. Assim você conhece esse pedaço especial e faz novas amizades.

Lembrando que existe moto-táxi e o “uber capão”.

Cachoeira da Angélica e purificação
Cachoeira da Purificação. Chapada Diamantina

Saindo do povoado do Bomba, você levará em torno de 40 minutos para chegar ao Poço da Angélica e 1 hora e 30 minutos para chegar até a Cachoeira da Purificação, e aqui é o lugar ideal para que você renove suas energias já que o nome que batiza a cachoeira é de fato verdadeiro – Purificação!

Preciso informar que a cachoeira da Purificação é provavelmente a cachoeira mais gelada de toda a Chapada Diamantina, evite ir em dias mais frios.

Trilha das Águas Claras

Minha grande surpresa no Vale. Sempre que eu ia preparar um roteiro e separava o que eu ia fazer no Vale do Capão naquela viagem, eu sempre acaba deixando de fora a cachoeira de Águas Claras. Quanto arrependimento eu tenho hoje! Fiz minha primeira trilha esse paraíso apenas na minha quarta vez no vale e pode apostar que estará em todas as próximas.

Ao longo da trilha será possível visualizar dois dos grandes cartões postais da Chapada Diamantina: o Morro do Pai Inácio e o Morrão. Tenha certeza que esse será um dos locais inesquecíveis na Chapada Diamantina.

Cachoeira das Águas Claras
Cachoeira Águas Claras Chapada Diamantina, Bahia

A trilha é relativamente longa, são aproximadamente 14 kilometros, mas por ser uma trilha plana não exige tanto esforço físico como a trilha da Cachoeira da fumaça. Aos que possuem um bom preparo físico podem fazer a trilha do Morrão ou a trilha até o Pai Inácio, mas saiba que em ambas é recomendado acampar nas trilhas.

No caminho da trilha você pode fazer uma parada em um pequeno riacho com águas transparentes e que permitem que você veja até o fundo do riacho, o nome Águas Claras inclusive vem dessa particularidade pois, ao contrário das outras cachoeiras da Chapada Diamantina que possuem coloração escura em virtude das propriedades minerais da água, as águas são realmente claras.

Como todas as trilhas da Chapada Diamantina, a trilha não é demarcada. Portanto, se você não possui uma vasta experiência em trilhar sozinho ou na região, contrate um guia experiente para evitar perrengues.

Cachoeira Lagoa dos Patos

Dificilmente você encontrará indicações da cachoeira Lagoa dos Patos em outros blogs de viagem na internet.

É uma trilha bem local, aquela trilha que não é comumente frequentada por turistas, mas pelos próprios moradores da região. Aos domingos é possível encontrar grupos inteiros de famílias locais aproveitando o local para descansar e desacelerar.

Como chegar na lagoa dos patos: recomendo chegar até a entrada da trilha de carro/moto-táxi/uber, uma vez que a sua entrada é distante da vila. Ela fica no caminho Vale do Capão/Palmeiras e sua entrada é depois da entrada do Riachinho (vindo do vale). Quando eu fui tinha um vendedor de coco na porta da trilha, mas não tinha indicação ou placa do começo da trilha (assim como praticamente tudo na Chapada Diamantina).

Lagoa dos Patos
Cachoeira Lagoa dos Patos, Chapada Diamantina, Bahia

Sobre a dificuldade da trilha, pode ficar tranquilo, talvez seja uma das trilhas mais fáceis de todo o vale, é lde dificuldade e é uma trilha curtinha (mas há uma trilha, ao contrário do Riachinho). Portanto, a cachoeira lagoa dos patos é uma excelente opção se você tiver com a família.

Chegando ao final da trilha irá se deparar com 3 poços incríveis, um visual de tirar o fôlego, além de ser um local mais reservado, ou seja, menos aglomerado.

Pode incluir a Cachoeira Lagoa dos Patos sem medo no seu roteiro.

Feirinha local de artesanato

Se você está querendo conhecer as pessoas interessantes que moram no Vale do Capão, não pode deixar de visitar a Feirinha local de artesanato. A experiencia vale muito a pena, pois você encontra pessoas com histórias de vida incríveis e de todos os lugares do mundo.

A feirinha local acontece todos os domingos e te dá acesso a diversas culturas do mundo, pois sua população formada também por estrangeiros e brasileiros de outras regiões do país, a pluralidade cultural, social e até mesmo de idiomas é uma das características mais visíveis na vila do Vale do Capão.

Se você quer a experiencia de viver no Vale do Capão precisa visitar a feirinha local e comer inclusive o pastel de palmito de jaca que é famoso na região. Aqui no blog tem um artigo sobre Onde comer no Vale do Capão.

O mais interessante da feirinha, é o artesanato produzido pelos moradores além da música que ganha destaque e dá um ar festivo na feira.

E você pode levar pra casa uma lembrança deste local tão especial incentivando a economia local, comprando filtro do sonho, bolsas artesanais de couro, semijoias ou bijuterias feitas com pedras místicas. Eu mesma tenho uma coleção de pedras que eu trouxe do vale.

Produtos orgânicos locais

Alguns moradores do Vale do Capão cultivam produtos orgânicos, muitos até se especializam em alguns produtos específicos.

Meus produtos favoritos do vale são o mel, o café e a granola, que são uma atração a parte do vale do capão.

Pra quem curte chocolate, no Vale do Capão você encontra barrinhas de chocolate 100% cacau, que também são produzidos na região. Aproveite para conhecer também os sabores da região quando estiver por lá.

Dica extra: Fazenda Pratinha

O que fazer no vale do capão
Fazenda Pratinha. Chapada Diamantina, Bahia.

Apesar de não fazer parte do Vale do Capão, a Fazenda Pratinha é um local que você deverá incluir no seu roteiro.

Conhecida como o Oásis do Sertão, a Fazenda Pratinha é um paraíso aquático cheio de belezas naturais. O lugar tem águas cristalinas, inclusive foi eleita a terceira água mais cristalina do mundo. Esse passeio foge um pouco dos demais indicados neste guia, pois fica situado em uma propriedade privada, não possui trilha, tem horário de abertura e fechamento, das 8 horas às 16 horas, bem como possui uma infraestrutura para os viajantes.
O valor de entrada por pessoa no momento em que escrevi esse artigo é de R$ 60 reais. Idoso paga meia entrada, e criança até 09 anos não pagam.

O valor da entrada vale cada centavo e você pode curtir um dia maravilhoso com seus amigos e familiares, inclusive crianças que são super bem vindas e amam o local.

Planeje sua viagem ao Vale do Capão

Aproveite toda a energia do Vale do Capão para crescer e se desenvolver, o lugar é inspirador e propicio para que você pratique a meditação em qualquer nível que esteja.

Então pare, aprecie a vista e contemple a da natureza, as trilhas não precisam ser feitas com pressa e o caminho percorrido pode ser tão recompensador quanto o próprio destino final delas. Contemplar a existência também é um passo fundamental para expandir seu conhecimento não só do mundo, mas também de si próprio enquanto indivíduo.

Vai viajar e quer planejar um bom roteiro? Os grupos de Whatsapp podem ser excelentes aliados, sabia?! A Elizabeth Werneck explicou tudo no post Grupos de viagem WhatsApp – uma mina de ouro escondida!

Gostou e quer conhecer o Vale do Capão? O Blog Viagem e Cura é parceiro de grandes empresas de viagens, com preços incríveis e serviços de alta qualidade. Programe-se e viaje com a gente, você não paga nada a mais por isso, vai garantir o melhor preço e ainda ajuda o blog a crescer!

ESTÁ PLANEJANDO SUA PRÓXIMA VIAGEM?

Organize e planeje sua viagem através do Viagem e Cura. O blog é parceiro de grandes empresas de destaque no mercado de viagens e que possuem preços incríveis e serviços de excelência. Somente indico parceiros que eu conheço e que eu utilizo nas minhas próprias viagens! Ahh, você não pagará nada a mais por isso, na verdade, garantirá o melhor preço e ainda ajudará a manter o blog no ar!

SEGURO VIAGEM

A gente nunca quer passar perrengues nas viagens, né?! Mas e se acontecer alguma coisa?!. Devemos sempre viajar seguros! Por isso indico o SegurosPromo, uma dos maiores agregadores de seguro de viagem do Brasil. Lá você pode comparar preços e planos de diversas empresas de seguro de viagem em um só lugar. Use o cupom VIAGEMCURA5 para receber 5% de desconto em seu seguro de viagem.

HOSPEDAGEM

Já reservou o seu hotel? Se não, recomendo o Booking.com. Eles têm a maior variedade de hotéis e pousadas em todo o mundo. Além disso, na maioria dos casos, você pode cancelar sua reserva sem quaisquer custos até alguns dias antes da data de chegada!

Para os mochileiros que não abrem mão dos albergues, eu recomendo o HostelWorld.com! Possuem uma variedade incrível de opções, além de fotos, comentários reais e possibilidade de reservar sem qualquer custo até a data da hospedagem.

PASSAGENS

Ainda não comprou a sua passagem aérea e quer economizar? Dê uma olhada no Kiwi. Eles são agregadores de passagens que combinam vários outros sites de pesquisa de voos para facilitar a comparação de preços e garantir que você esteja obtendo o melhor negócio.

Vai viajar para Europa e está pesquisando trens e ônibus, além das passagens aéreas? Recomendo pesquisarem no Omio.com, um buscador completo em que é possível visualizar todas as opções citadas antes de decidir qual a melhor forma de se locomover no velho mundo.

CHIP DE CELULAR

Vivemos em um mundo digital, o que facilitou demais aos desbravadores do mundo! E o Viaje Conectado vai te deixar mais perto de todas as informações que você precisa durante a viagem e em tempo real, além de aproximar daqueles que estão fisicamente distantes!

11 respostas

  1. Uau amiga! Sou doida pra visitar essa região. Suas dicas sobre o que fazer no Vale do capão vão ajudar muito a planejar minha viagem. Beijinhos

  2. Nossa não conheço o lugar, mas li a matéria e agora quero viajar até lá. Que lugar incrível, obrigada pela dica 😀

  3. Sempre que fui a Chapada Diamantina fiquei em lençóis! Agora deu vontade de explorar a região do capão viu!!! Adorei as dicas!

  4. Não conheço o lugar ainda. Mas tenho muita vontade. E com as dicas que você deu do que fazer no Vale do Capão me deu mais vontade ainda. Espero ir em breve.

  5. Adorei e achei muito úteis suas dicas sobre o que fazer no Vale do Capão! Já quero conhecer a Chapada Diamantina! Despertou essa quase necessidade em mim rsrs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Olá! Eu sou a Luana Lopo, sou uma baiana completamente apaixonada por viagens.

    Compartilho nas minhas redes sociais (@viagemecura) e aqui no blog minhas experiências de viagem ao redor do mundo, incentivando outras pessoas realizarem a viagem dos sonhos. Compartilho ainda o meu dia a dia e o meu lifestyle.

    Leia mais

  • Reserve pelo TripAdvisor

  • Baixe o ebook gratuito Viajando Sozinha

    capa de um ebook sobre viajar sozinha, foto de uma mulher de costas em uma cachoeira em tons terrosos e título do livro em cores também terrosas
  • Booking.com