Comece a planejar sua viagem agora com descontos imperdíveis

HOTÉIS

3 principais museus em Roma

3 Principais museus de Roma e Vaticano

Hotéis

A Itália é um dos destinos preferidos dos brasileiros. E não é de se surpreender! Afinal, a história, a arquitetura, os monumentos e principalmente a culinária são de despertar desejo e curiosidade em qualquer um. Por isso, separei para vocês os principais museus de Roma, incluindo os museus do Vaticano.

E com os museus, não é diferente! A Roma e o Vaticano são sede de alguns dos maiores e mais importantes museus do mundo. São paradas obrigatórias para qualquer um que visitar a capital italiana. 

Na verdade, a própria capital italiana é um museu a céu aberto. Todas as ruínas, casas e edifícios antigos e pequenas galerias que cortam a cidade contam muito sobre a história de Roma. Cada passeio pela rua será um banho de cultura.

Sendo assim, está fazendo uma viagem pela Itália? Leia também o post O que fazer em Roma em 4 dias.

Algumas das principais e mais importantes obras de arte do mundo estão localizadas nos museus em Roma, em especial em um complexo de quatro museus que formam o Museo Nazionale Romano.

Hoje, falaremos mais sobre alguns dos principais museus de Roma. Então, embarque conosco nessa viagem para a Itália e confira pontos turísticos imperdíveis! 

1- Museus Do Vaticano

Começamos com um dos melhores museus que eu já fui na Vida! Sério, mesmo que vocês não sejam católicos, conhecer os Museus do Vaticano é uma experiência única. Por isso, para não deixar de fora do se roteiro dos Museus do Vaticano basta realizar sua reserva pela civitatis clicando aqui!

Os Museus do Vaticano fazem parte de um complexo de museus, que foram fundados no século XVI pelo Papa Júlio II. 

Em 1929, depois de um tratado assinado por Benito Mussolini e o Papa Pio XI, Roma foi reconhecida como capital da Itália em troca da desistência de algumas terras conquistadas alguns séculos antes. 

Os Museus do Vaticano estão entre os principais museus de Roma, e você não deve perder este passeio. Afinal, são 54 galerias recheadas de história e obras de arte extremamente importantes.

O ingresso para a visitação não é muito barato, mas vale a pena fazer o passeio. Ainda assim, todo último domingo de cada mês o museu abre as portas para que todos possam visitar gratuitamente. 

Só tome cuidado com as roupas que você for usar no dia. Para visitar a Capela Sistina, por exemplo, você não poderá entrar com saias ou shorts curtos e nem regata. Isso vale tanto para homens quanto para mulheres.

O complexo de galerias que formam os Museus do Vaticano entra de forma muito justa na lista dos 5 museus imperdíveis em Roma. Afinal, eles são compostos por quadros, obras de arte, galerias, quartos, bibliotecas e tudo o que remete à arte.

Contudo, caso o dinheiro esteja bem curto e não seja possível comprar ingresso para conhecer os Museus do Vaticano, vale a pena fazer um Free Walking Tour pela região. Para reservar basta realizar sua reserva pela Civitatis clicando aqui!

2- Museus Capitolinos

Outro Museu que eu adorei conhecer em Roma. Foi uma experiência fantástica que eu indico para todos meus leitores.

Os Museus Capitolinos também fazem parte de um complexo dos principais museus de Roma. Aliás, este é um dos museus públicos mais antigos do mundo, e seu primeiro registro data de 1471, quando o Papa Sisto IV fez uma doação à população de Roma de estátuas e esculturas de bronze.

Essas estátuas foram posicionadas em frente ao Palácio de Latrão, e posteriormente deram origem a um dos principais museus de Roma. Porém, somente pouco menos de 300 anos depois ele foi aberto ao público. Em meados do século XVIII foi criada a Pinacoteca do museu, quando ele já contava com um acervo maior.

Hoje em dia o visitante tem acesso no primeiro andar a vasos, estátuas e esculturas. Moedas e medalhas também fazem parte do acervo, e pertenciam aos escravos da época. 

Somente no início do século XX foi criado o famoso Museu Mussolini, e ao longo dos anos o museu foi ganhando mais departamentos e salas.

Também vale a pena conhecer o Centrale Montemartini, um anexo dos Museus Capitolinos, que reúne mais de 400 estátuas que já fizeram parte do acervo do complexo de museus.

Dessa forma, para conhecer os Museus Capitolinos e evitar pegar filas intensas, você precisa comprar e garantir seu ingresso com antecedência. Por isso, nada melhor do que comprar com um link aqui do blog e me ajudar a manter o blog no ar, lembrando que você não terá custo nenhum a mais por isso. Para comprar e reservar sua ida ao Museu Capitolinio basta realizar a sua reserva pela Civitatis clicando aqui.

3- Galleria Borghese

A Galleria Borghese é sem dúvida um dos principais museus de Roma, e poucas cidades no mundo podem ter o orgulho de ter um tesouro inestimável como esse. 

Talvez poucos lugares conseguem unir arte, história e beleza como esse museu. Ela fica localizada do lado de dentro da Villa Borghese, um dos parques preferidos dos romanos. 

E o parque não é nada pequeno. Por isso, estude qual entrada você vai utilizar, porque a caminhada pode ser longa até a galeria!

O museu foi construído em uma bela mansão que pertenceu a Scipione Borghese, que durante o século XVII, foi o homem mais rico da capital italiana.

O museu é rico em detalhes. São dois andares com arcos, uma bela fachada e lindos mosaicos. O museu conta com algumas das obras mais importantes do mundo, como, por exemplo, esculturas de Bernini, alguns quadros de Botticelli e obras de Caravaggio!

E é um dos motivos pelo qual eu preciso retornar para Roma. Eu acabei não comprando meu ingresso de forma antecipada e não consegui visitar a Galeria Borghese.
Por isso, para não deixar essa experiência incrível de fora da sua viagem, aconselho a comprar de forma antecipada. Para isso, basta realizar sua reserva pela Civitatis clicando aqui!

Conclusão

E então, gostou de conhecer mais sobre os 3 principais museus de Roma e do Vaticano? Saiba que para visitar a Itália, não é necessário tirar um visto. No entanto, se você decidir ficar mais do que 90 dias, é fundamental portar esse documento para permanecer na legalidade no país.

Além disso, tirar o visto é muito simples. Tudo o que você precisa fazer é contar com a melhor assessoria do mercado para tirar o seu visto de forma simples e rápida. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Olá! Eu sou a Luana Lopo, sou uma baiana completamente apaixonada por viagens.

    Compartilho nas minhas redes sociais (@viagemecura) e aqui no blog minhas experiências de viagem ao redor do mundo, incentivando outras pessoas realizarem a viagem dos sonhos. Compartilho ainda o meu dia a dia e o meu lifestyle.

    Leia mais

  • Reserve pelo TripAdvisor

  • FLIXBUS

  • Baixe o ebook gratuito Viajando Sozinha

    capa de um ebook sobre viajar sozinha, foto de uma mulher de costas em uma cachoeira em tons terrosos e título do livro em cores também terrosas
  • Booking.com