dicas para viajar mesmo com as dores da fibromialgia

Dicas para viajar mesmo com as dores da Fibromialgia

É hora de sair de férias ou dar aquele passeio durante uma folga ou feriadão! Para muitos, isso significa que podemos planejar itinerários cheios de ação e fazer férias ensolaradas no exterior, passar tempo com a família e amigos. Mas, como conviver com a fibromialgia e fazer coisas que você ama como viajar? Se você sofre de fibromialgia, é possível que você não esteja bem em determinados momentos da sua vida, bem como que atividades de laser sejam comprometidas. Mas eu te garanto que podemos sim continuar fazendo o que amamos, apesar da fadiga crônica e da dor generalizada, que tentam podem interromper a nossa diversão. Por isso, separei algumas dicas de como viajar mesmo com as dores da fibromialgia.

Entre os brasileiros, segundo o estudo ‘A prevalência da fibromialgia no Brasil’ de 2018, estima-se que existam 4 milhões de pacientes. Dos quais 75% a 90% são mulheres. 

Abaixo, reunimos uma seleção de dicas para ajudá-lo a vencer a fadiga, a dor e o estresse da fibromialgia quando estiver viajando.

Você sabe o que é Fibromialgia?! Leia também os posts O que é fibromialgia e Dicas para viajar mesmo com as dores da Fibromialgia e descubra mais sobre essa doença que causa fadiga crônicas e dores intensas.

Como viajar com fibromialgia

Viajar pode colocar uma pressão real sobre aqueles de nós com fibromialgia ou síndrome da fadiga crônica . Com um planejamento cuidadoso, porém, você pode evitar muitas armadilhas comuns e as crises de sintomas que elas podem desencadear.

Planeje o estresse

Devemos lembrar que, em geral, a fibromialgia tem grande relação com o estresse. Mais estresse é igual a mais tensão, nervosismo, sintomas de dor… Então você deve planejar com antecedência o máximo possível para reduzir o estresse durante sua viagem.

Você não pode evitar o estresse, mas combatê-lo com planejamento e previsibilidade. Felizmente, isso é algo que você pode fazer diretamente do seu computador. Você vai querer olhar para os sites de turismo para os lugares que você está visitando, bem como outros sites de viagens. 

Conte também com os pacotes de agências de turismo que contém transporte, alimentação, atividades diversas… Um pacote fechado pode ser “limitado”, mas a sua previsibilidade pode ser o grande remédio para lidar com o estresse.

Para restaurantes, você não pode perder, faça reservas. Quanto maior o seu grupo, mais importante isso é. Para aqueles com sensibilidade alimentar, é uma boa ideia ler os menus com antecedência também.

Relaxe

A pesquisa mostrou que as técnicas de relaxamento podem minimizar a dor da fibromialgia e também a inflamação. Recomendamos a criação de uma lista de reprodução personalizada de música suave para ouvir durante a sua viagem. Também sugerimos trabalhar em algumas técnicas de respiração para ajudar a manter a calma. Essas são grandes dicas sobre como viajar com fibromialgia.

Crianças e animais

Crianças e animais de estimação exigem cuidados… Brincadeiras à parte, quem viaja com filhos precisa levar em conta a capacidade e comportamento deles.

Entendendo que muitas vezes os passeios serão limitados pela capacidade da criança, não pela sua disposição. Passar desse limite pode não afetar tanto a criança, mas você que está cuidando da vida dela e curtindo o passeio. Evite o estresse planejando com a criança em mente.

Já os pets não são muito diferentes. Segundo a médica veterinária Keila Keila Renata Ortêncio – CRMV-SP 14352, muitos tutores de cães e gatos têm levado seus bichinhos para as viagens: “é muito comum tutores de cães e gatos buscarem nossa clínica veterinária para um exame de checkup antes da viagem, conferir vacinas, comprar caia transportadores, coleiras para carro ou brinquedos para os pets. Eu sempre alerto que você precisa acostumar seu pet antes para ver como ele se comporta e evitar problemas durante a viagem de carro ou avião.” Alerta a veterinária.

Evite o estresse planejando também quem depende de você, seja seus filhos ou seus pets e evite problemas na hora de viajar com fibromialgia.

Vista-se confortavelmente

Estar confortável durante a viagem é talvez uma das coisas mais importantes que você pode fazer. Certifique-se de levar roupas largas e confortáveis ​​e evite muitos zíperes e botões que possam causar irritação na pele. Lembre-se de que a temperatura nos aviões pode ser mais fria, então certifique-se de levar casacos adicionais para que o frio não cause um surto.

Cuide dos seus pés

Da mesma forma que os agasalhos são lembrados depois que o frio surge, muitos lembrar dos calçados depois da dor nos pés.

A quiropraxista Cleite Fernandes cuida de pacientes com dor desde 2006 em sua clínica em São Leopoldo. Segundo ela, os calçados muitas vezes são ignorados pelos pacientes em viagens: “muitas pessoas esquecem do conforto dos calçados durante as viagens, especialmente as mais longa. Então, depois de andar muito, começam a surgir as dores nas pernas e coluna. Muitas vezes isso acaba sendo o início de alguma crise de fibromialgia. Testar diferentes tipos de calçados ou palmilhas é importante para tirar suas férias e curtir seu passeio sem passar por este problema.”

Dê a si mesmo tempo para dormir

A falta de sono aumenta a fadiga da fibromialgia, o que tornará mais difícil aproveitar suas férias. Por mais tentador que seja levar muitos passeios e atividades, lembre-se de reservar bastante tempo para dormir e se recuperar das atividades do dia. Isso pode significar madrugadas e agendar uma soneca no final de cada tarde. Se você se esforça para dormir em camas de hotel, também pode levar seu próprio travesseiro.

Planeje um transporte confortável 

Alguns meios de transporte são menos confortáveis ​​que outros e podem agravar sua condição. Uma paciente da quiropraxista Cleite Fernandes, que sofre de fibromialgia há muito tempo, diz: “Viajar de ônibus público é pior para mim. Se preciso viajar, tento ir de carro, pois é uma viagem muito mais suave e mais leve para o meu corpo.” Sempre que possível, viaje o mais confortavelmente possível.

Mantenha-se em movimento

Ser ativo é uma parte tão importante do controle da dor da fibromialgia. Sempre que possível, reserve um hotel com piscina ou academia para facilitar a adaptação à sua rotina de exercícios. Se isso não for possível, há muitos alongamentos e exercícios que podem ser feitos no conforto do seu próprio quarto.

Programe períodos de descanso

Preste atenção ao seu corpo. Pode ser tentador continuar, mas você sabe quando já teve o suficiente. Para controlar a fadiga, é importante agendar pausas para descanso regularmente ao longo do dia, não importa o que você esteja fazendo. Isso pode ser uma pausa para o café ou um descanso em um banco de parque. Em cada intervalo também é importante fazer um alongamento suave.

Pode parecer uma perda de tempo, mas pode mantê-lo se sentindo bem o suficiente para se divertir. É melhor agendar com folga do que ter que cancelar um monte de planos porque você não está bem.

O tempo de inatividade também é importante para depois de voltar para casa. Se puder, tente ter um ou dois dias depois de voltar para descansar e se recuperar antes de voltar à sua vida normal.

Tenha comida à mão

É muito fácil pegar uma barra de chocolate ou fast food quando você está com fome; estar preparado com pequenos lanches saudáveis ​​e cheios de proteínas ajudará a manter seus níveis de energia mais consistentes e evitará quedas. Ter comida à mãe é fundamental para viajar com fibromialga.

Faça um checklist de viagem

Faça uma lista de tarefas de todas as coisas que você precisa levar com você. Certifique-se de incluir seus medicamentos, atestado médico e outras coisas que você precisa para aliviar os sintomas da dor. A lista pode realmente ajudar quando se trata das coisas que você precisa usar até o último minuto.

Revise o seu checklist antes de sair de casa para não deixar algo importante, como seu travesseiro ou escova de dentes, para trás.

Viajando com Fibromialgia

Mas o mais importante em viajar é não se preocupar muito. Pequenas mudanças podem fazer toda a diferença e tornar sua experiência muito mais fácil e confortável, mas não deixe de aproveitar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Olá! Eu sou a Luana Lopo, sou uma baiana completamente apaixonada por viagens.

    Compartilho nas minhas redes sociais (@viagemecura) e aqui no blog minhas experiências de viagem ao redor do mundo, incentivando outras pessoas realizarem a viagem dos sonhos. Compartilho ainda o meu dia a dia e o meu lifestyle.

    Leia mais

  • Reserve pelo TripAdvisor

  • Baixe o ebook gratuito Viajando Sozinha

    capa de um ebook sobre viajar sozinha, foto de uma mulher de costas em uma cachoeira em tons terrosos e título do livro em cores também terrosas
  • Booking.com