pontos turísticos de budapeste

Mercado Central de Budapeste

O Mercado Central é um dos marcos icônicos de Budapeste. Os residentes da cidade adoram fazer compras aqui, e muitos turistas são atraídos não apenas pela variedade de produtos: comidas e lembranças locais, mas também pela impressionante arquitetura do edifício. Então, se você está procurando onde comer em Budapeste, já sabe aonde ir!

Você vai fazer a sua primeira viagem internacional? Veja como tirar o passaporte brasileiro.

O edifício, construído no estilo neo-gótico, impressiona com as suas torres de esquina e os azulejos de cerâmica multicoloridos.

Quem deseja conhecer verdadeiramente a culinária local, bem como apreciar o ambiente do colorido mercado húngaro não pode deixar o Mercado Central de Budapeste fora da lista dos lugares de onde comer em Budapeste.

Você está planejando fazer uma viajar sozinha?! Leia também o Guia completo para te ajudar a planejar a sua viagem solo!

Ah, se você estiver montando o seu roteiro de viagem para Budapeste, já anote a dica: o Mercado Central de Budapeste não fica muito longe das Termas Gellert , que podem ser alcançadas apenas cruzando para a outra margem do rio Danúbio através da majestosa Ponte da Liberdade.

Horário de funcionamento do Mercado Central de Budapeste

budapeste o que fazer
Mercado Central de Budapeste

O mercado está aberto aos compradores 6 dias por semana, domingo é dia de folga. A comercialização começa bem cedo – às 6 da manhã, tendo visitado o atractivo de madrugada, pode explorar a serra com segurança e evitar um grande afluxo de turistas que começam a juntar-se mais tarde.

O mercado funciona de acordo com o seguinte cronograma:

  • às segundas-feiras – das 06:00 às 17:00
  • de terça a sexta-feira – das 06:00 às 18:00
  • aos sábados – das 06:00 h às 15:00 h

Vai conhecer a capital Húngara? Leia também os melhores Pontos turísticos de Budapeste

 

O que comprar no Mercado de Budapeste

onde comer em budapeste
Cores, temperos e sabores no Mercado Central de Budapeste. Foto por Jorge Franganillo

Primeiramente, eu quero te dizer que, uma vez dentro do edifício, você irá se encantar não só aos inúmeros balcões com diversos produtos, mas também à arquitetura desse ponto turístico de Budapeste. 

O Mercado Central de Budapeste possui dois andares. 

No primeiro você encontrará diversos caixas eletrônicos e banheiros (como na maior parte da europa, os banheiros são pagos). 

Você encontrará nos balcões frutas e vegetais frescos, foie gras, caviar e a famosa páprica húngara, além de diversos outros produtos culinários. Você pode experimentar os produtos antes de comprar, e lembre-se que a degustação em si não o obriga a comprar este produto, ok?!

 Existe no mercado uma grande seleção de carnes frescas, aqui também se vende a carne da raça húngara de porcos felpudos, a Mangalitsa – resultado de um cruzamento entre javalis e porcos domésticos, criado em 1830, Império Austro-Húngaro e considerada muito saborosa. 

Além disso, no piso térreo, você pode comprar chocolate, especiarias húngaras (páprica e outras especiarias), mel, várias bebidas – palinka tradicional (tintura de frutas e frutos silvestres com teor alcoólico que pode chegar até a 70%.), vinho, licor. Os aromas que pairam no ar abrem o apetite e você provavelmente não irá resistir por muito tempo sem provar as delícias vendidas no Mercado Central de Budapeste. 

culinária húngara
Páprica, pimenta e outros temperos húngaros

Quer ler sobre mais destinos europeus incríveis para flanar por ai? Leia também:

Principais pontos turísticos de Barcelona: atrações imperdíveis

Se você está procurando onde comer em Budapeste, já deve ter entendido que esse é um  lugar incrível, não é mesmo?! Mas não é somente de temperos, frutas, legumes e lanches que você irá encontrar neste importante ponto turístico de Budapeste.

Se você estiver procurando uma refeição mais substancial, poderá subir até o segundo andar e provar um dos pratos tradicionais húngaros. 

Além disso, todas as lembranças também estão concentradas no segundo andar. Nas prateleiras encontram-se tanto souvenirs standard como imãs, canecas, t-shirts, mas também produtos com sabores locais. 

São vendidos têxteis, no qual são utilizadas técnicas tradicionais de bordado – matyo e kalochai. São guardanapos, toalhas de mesa, xales, roupas nacionais habilmente feitas. Cerâmica tradicional e bonecas de porcelana em trajes nacionais também são populares entre os turistas.

Existe também uma cave no Mercado Central onde se encontra um supermercado. 

Várias vezes por ano, o Mercado Central organiza dias de diferentes culturas, nestes períodos os visitantes podem conhecer a cultura de um determinado país, saborear os seus pratos nacionais e comprar produtos feitos à mão.

História do Mercado Central de Budapeste: pontos turísticos de Budapeste

comida húngara
Vásárcsarnok. Foto por Jorge Franganillo

O prédio do Mercado Central foi projetado pelo arquiteto Samuel Pec, que criou uma estrutura maravilhosa utilizando as mais recentes tecnologias de engenharia da época. As maiores empresas participaram do projeto como empreiteiras, por exemplo, a famosa fábrica Zsolnay fazia telhas.

Contudo, um incêndio começou literalmente alguns dias antes da conclusão da obra, causando danos significativos ao edifício. O custo da obra de restauração aumentou significativamente os já consideráveis ​​custos de construção. O edifício somente foi inaugurado em 1897. 

Além disto, a sua estrutura foi gravemente danificada durante a Segunda Guerra Mundial, após a qual foram realizadas obras de restauro. Com o tempo, algumas das estruturas do prédio ficaram em mau estado, em 1991 o mercado foi fechado para restauração.

Hoje o edifício é um monumento arquitetônico e um dos principais pontos turísticos de Budapeste, parada quase obrigatória de quase todos os viajantes para a capital Húngara.

Você sonha em viajar, mas tem medo? Leia também o post O que te impede de realizar seus sonhos e descubra como vencer seus medos.

Como chegar no Mercado Central de Budapeste:

A melhor forma de chegar ao Mercado Central da Cidade é através do transporte público. A parada mais próxima da atração é a parada chamada Fővám tér M e os bondes nº 2, 2M, 47, 48, 49, além dos ônibus nº 15 e 115, param aqui.

Você também pode chegar ao mercado de metrô, através da linha verde – linha M4, e deverá descer na estação Fővám tér.

Contudo, vale destacar que todos os transportes param nas imediações do mercado e você caminhará apenas alguns minutos.

Quer conhecer outros Mercados ao redor do mundo? Selecionei os posts abaixo sobre o tema de blogs parceiros do Viagem e Cura:

Principais Mercados de Natal na Alemanha, do blog Descobrir Viajando

Mercados centrais europeus e a culinária típica da cidade, do blog Abcdosviajantes

Mercado Modelo em Salvador – História, arte e gastronomia, do blog Viaje com Norma

Mercado velho de Teresina (PI), do blog Mundo Viajante 

10 respostas

  1. Que edifício maravilhoso. Já visitei alguns Mercados Centrais europeus e fiquei fã de todos eles mas provavelmente o de Budapeste é o mais bonito dos que já vi.

  2. Nossa, estive em Budapeste em 2019 e acredita que não conheci o mercado central?? To aqui arrependida até agora !! Com certeza quando voltar, vou incluir no meu roteiro

  3. Eu sou doida para conhecer o Mercado Central d Budapeste! Estou pensando em ir em dezembro! Amo suas dicas!

  4. Adorei conhecer o Mercado Central de Budapeste quando estive lá. O prédio é incrível e o seu interior transmite muito da cultura local.

  5. Estou impressionada com a beleza arquitetônica do edifício do Mercado Central de Budapeste. Já é uma bela atração pela fachada! Os produtos típica da localidade são outro atrativo que me encanta demais! Amei a dica e a dica da forma de se chegar lá!

  6. Eu adoro visitar um mercado! E esse Mercado Central de Budapeste me encantou. Linda edificação é ótimos produtos.

  7. Fiquei encantada com o mercado de Budapeste, a fachada, as barracas, as pessoas, tudo é realmente maravilhoso. Pretendo voltar um dia, abraços 🤗

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Olá! Eu sou a Luana Lopo, sou uma baiana completamente apaixonada por viagens.

    Compartilho nas minhas redes sociais (@viagemecura) e aqui no blog minhas experiências de viagem ao redor do mundo, incentivando outras pessoas realizarem a viagem dos sonhos. Compartilho ainda o meu dia a dia e o meu lifestyle.

    Leia mais

  • Reserve pelo TripAdvisor

  • Baixe o ebook gratuito Viajando Sozinha

    capa de um ebook sobre viajar sozinha, foto de uma mulher de costas em uma cachoeira em tons terrosos e título do livro em cores também terrosas
  • Booking.com