segunda-feira, 8 de agosto de 2022 - 08/08/2022 21:38:41
Viagem e Cura

Não há como negar que viajar é uma das melhores experiências que existem, não é mesmo? No entanto, trata-se de algo que vai muito além do que apenas conhecer os pontos turísticos. Também envolve entender um pouco da cultura e tradição do local.

E, falando sério, não há coisa melhor do que aprender tudo isso comendo, não é mesmo? Isso se torna ainda mais verdade quando o assunto são as comidas mineiras! Afinal de contas, podemos até considerar como se fosse um ponto turístico à parte.

Além de serem muito gostosas, é através da comida que a gente consegue entender um pouco da história e dos costumes locais. Minas tem uma gastronomia riquíssima, alguns bem próprios e outros compartilhados com outros estados. E é sobre eles que iremos falar a seguir!

O que este artigo aborda:

Frango com quiabo

Esse é um grande clássico da gastronomia mineira, mas que não são todos que se agradam, em especial por conta do quiabo, que tem um gosto bem peculiar. Porém, ir para Minas sem provar o frango com quiabo é uma experiência incompleta!

Mesmo porque esse é um prato que faz muito sucesso em todo o estado. Inclusive, há quem diga que o frango industrializado perde a essência e o sabor da receita original. Devido ao fato de o quiabo ser de origem africana, acredita-se que ele foi trazido ao Brasil pelos escravos.

melhor comida mineira

Minas Gerais é um estado sem igual. Se você vai ou pretende viajar por terras mineiras, descubra os melhores pontos turísticos de Belo Horizonte.

Tutu

Esse é um outro prato muito comum entre os mineiros. Em suma, nada mais é do que o feijão cozido, temperado, batido e misturado com farinha de milho ou de mandioca. Por conta disso, ele deve ter uma consistência mais pastosa.

Também é uma das melhores comidas mineiras que você não pode deixar de experimentar e que, geralmente, é servido em travessa ou panela de ferro. Ademais, ele pode ser decorado com bacon, torresmo ou ovos cozidos.

Bambá de couve

Trata-se de um caldo à base de fubá, o qual tem origem em Ouro Preto, também remetendo ao período da escravidão. De acordo com os dados, os escravos aproveitavam o mingau de fubá que restava da Casa Grande e incrementavam com algumas partes de carne que lhes eram dadas.

Por isso, na grande maioria das vezes o caldo tinha pé, orelha e couve rasgada. No entanto, hoje em dia é bem comum utilizar linguiça como ingrediente, sendo também uma das melhores comidas mineiras.

Feijão tropeiro

Essa é uma outra herança oriunda da época colonial. Esse prato teve origem dos tropeiros (daí vem o nome), que misturavam carne, ovos e farinha ao feijão. Dessa forma, tornava o prato mais “pesado”, ideal para se alimentar nas suas viagens, que costumavam ser bem longas.

É uma das melhores comidas mineiras, não é à toa que você pode encontrar em qualquer restaurante. A fama e tradição é tanta que no Mineirão, quando ele foi reaberto, a Vigilância Sanitária mandou retirar alguns ingredientes, por razões de segurança.

No entanto, as reclamações foram tantas que a Vigilância teve de se adequar a essa tradição. Isso só para entender o poder da gastronomia local.

Vai viajar para o Capitólio?! Leia também O que fazer no Capitólio no inverno

Ora-pro-nobis

A ora-pro-nobis é, na verdade, uma hortaliça muito comum na culinária mineira. Seu nome provém do latim e significa “orai por nós”. De todos os pratos, o mais clássico é o frango com ora-pro-nobis, o qual é um cozido de frango caipira com a hortaliça.

Para entender a dimensão e importância desse ingrediente, em Sabará há, todos os anos, o Festival de ora-pro-nobis, onde tem diversos pratos com esse ingrediente.

Frango ao molho pardo

Esse é um prato em que a galinha deve ser cozida no próprio sangue. Na versão tradicional, deve-se abater a galinha cortando seu pescoço e deixar o sangue escorrer para uma vasilha. Feito isso, é necessário colocar vinagre no sangue para ele não coagular.

É com isso que se deve fazer o caldo do frango, que se chama molho pardo. Em relação a galinha, ele é muito bem temperado também, mas o grande destaque é o molho pardo.

Leitão a pururuca

Para quem não sabe, pururuca é a pele frita do porco. E, nesse prato, o porco deve ser assado com a pele. Mas, depois de pronto, deve-se passar gelo na superfície do leitão para, em seguida, jogar óleo bem quente.

Caso seja necessário, repete-se o processo até que ele crie algumas bolhas. Há alguns que usam maçarico nessa parte. Deu para entender por que essa é uma das melhores comidas mineiras, né?

Sem dúvidas Minas Gerais é um destino incrível para uma viagem a dois. Quer saber mais sobre as cidades em MG para os casais apaixonados? Leia o post 7 Cidades românticas em Minas Gerais.

Vaca atolada

Outro clássico da culinária mineira. Nada mais é do que a carne bovina cozida com mandioca. Na grande maioria das vezes, utiliza-se a costela, mas pode variar de acordo com o restaurante ou do sabor que você quer oferecer ao prato.

Em relação a sua origem, também remonta ao período colonial. No entanto, acredita-se que esse prato era feito cozinhando costela e gordura, que eram as partes que não se aproveitavam do boi.

Pretende fazer uma viagem por Minas Gerais? Leia também o post O que fazer em São João Del Rei

O conteúdo "Melhores comidas mineiras" foi feito por Luana Lopo e distribuído por Viagem e Cura na categoria Destinos em .

1

Pode ser do seu interesse

Ilha de Boipeba

Ilha de Boipeba

Turismo ecológico: conceitos, curiosidades e como integrar viagem e natureza

Turismo ecológico: conceitos, curiosidades e como integrar viagem e natureza

Praia do Patacho: o paraíso sustentável em Alagoas

Praia do Patacho: o paraíso sustentável em Alagoas

<strong><noscript><img loading=

O que levar na mala de viagem para praia

Restaurantes vegetarianos de Porto Alegre (POA)

Restaurantes vegetarianos de Porto Alegre (POA)

Como viajar com pouco dinheiro: É possível? Conheça as melhores dicas

Como viajar com pouco dinheiro: É possível? Conheça as melhores dicas