É preciso seguro viagem para viajar pelo Brasil?

Engana-se quem pensa que planejar uma viagem é apenas pensar nos documentos necessários, o melhor transporte, pontos turísticos, atrações, custo com acomodações e alimentação. Na verdade, um bom planejamento passa também, e principalmente, pelos possíveis riscos e imprevistos que podem surgir. Por isso, apesar de não ser preciso ter um seguro viagem para viajar pelo Brasil é altamente recomendável ter um.

O mais comum, no entanto, ao planejar uma viagem, é sempre priorizar os custos, nesse sentido, quanto mais barata puder ficar a viagem, mais vantajosa parece ser.

Só que priorizar a redução dos custos, na maioria das vezes, passa por tirar da lista um item essencial para quem quer viajar tranquilamente, mesmo que em território nacional, que é contratar um seguro.

Você sabe o que é Fibromialgia?! Leia também os posts O que é fibromialgia e Dicas para viajar mesmo com as dores da Fibromialgia e descubra mais sobre essa doença que causa fadiga crônicas e dores intensas.

É preciso Seguro viagem para viajar pelo Brasil?

Se você já tem um plano de saúde com cobertura para emergências nacionais, como por exemplo o da Unimed Curitiba,  em um primeiro momento poderia pensar que não é necessário um seguro para viagens pelo Brasil.

No entanto, o seguro viagem te dá diversas outras coberturas, como bagagem extraviada, atrasos de voos, auxílio com retorno de segurados enfermos ou até mesmo auxílio funerário, caso aconteça algo pior com qualquer das pessoas seguradas.

Assim sendo, poder contar com seguro viagem é fundamental para viajar tranquilamente em qualquer situação, seja dentro ou fora do país, mas, geralmente, quando se viaja para o exterior é que podemos nos deparar com mais dificuldades, ao surgir qualquer imprevisto, tanto pela distância como pela pouca intimidade com o idioma.

E vale saber, também, que em alguns países é obrigatório contratar um seguro viagem, 

Além disso, existem países que exigem a contratação do seguro viagem, como os países da Europa, que seguem o Tratado de Schengen.

O fato é que o seguro de viagem não deve ser baseado apenas no destino ou tempo de viagem, já que pode ser de grande utilidade em qualquer viagem.

Portanto, ao planejar sua viagem, juntamente com as passagens e a hospedagem, considere contratar um seguro, já que vai garantir que esteja protegido de diversos imprevistos, 24 horas por dia, durante toda a viagem. 

No mais, viajar não combina em nada com aborrecimentos e falta de segurança, por isso, contratar um seguro viagem não é luxo, mas necessidade.

Uma dica, no entanto, é pesquisar muito, para encontrar o plano ideal para o seu bolso ou suas necessidades.

Viajar é o sonho de todo mundo, mas viajar e se endividar por isso pode virar um pesadelo. Quer evitar esses tipos de perrengue? Leia o post Planejamento Financeiro para viagens.

Viajar com gestantes

No caso de viajar com gestantes, por exemplo, nada mais tranquilizador do que contar com um seguro viagem para preservar a saúde da mulher e do bebê, assim, a família toda fica mais tranquila, já que terá cobertura para procedimentos simples ou de emergência.

E se a viagem for de avião, nesse caso, a dica é, primeiramente, consultar seu médico particular e, depois, as condições da companhia aérea que, geralmente, não recomendam viagens a partir do sétimo mês de gravidez.

Por isso, se for contratar o seguro viagem para gestante, primeiro, se certifique de que o plano escolhido ofereça essa opção. 

Viajar com idosos

No caso de viagens com pessoas idosas, ao contratar o seguro viagem, se certifique sobre a faixa etária abrangida pelo plano, já que alguns apresentam limitações ou diferenciação nos valores para segurados acima de uma determinada faixa etária.

Você está começando o planejamento e o roteiro de uma viagem? Não deixe de ler o post Como fazer o planejamento de uma viagem online.

Viajar com crianças

Crianças são imprevisíveis, por isso, viajar com elas requer uma atenção redobrada. Portanto todo cuidado é pouco, garanta que bebês e recém-nascidos contém com o devido conforto, e que o local de destino ofereça pontos turísticos e atividades específicas para garantir a diversão das crianças.

No mais, fique atento à possíveis alergias alimentares, e se necessário, recorra ao seguro viagem para buscar atendimento médico.

Vai viajar com seus filhos pequenos? Leia também o post Viagem com criança: o que levar. 

Ecoturismo seguro

Caso seu plano seja se jogar em atividades radicais, como rafting ou outras modalidades de esportes, não deixe de investir em um seguro viagem especial, no caso, voltado aos esportistas (amador ou profissional) e claro, que ofereça cobertura de assistência médica em casos de acidentes, além de translado até o hospital.

Se já possui um plano, certifique- se de que o mesmo inclui o esporte que irá praticar. 

Você gosta de destinos em que a natureza é bem preservada? Saiba os melhores destinos de ecoturismo no Brasil. 

Cruzeiros marítimos

Embora cruzeiros sejam seguros e muito bem equipados, é preciso considerar alguns fatores para que não seja surpreendido com gastos.

É preciso saber que, por exemplo, consultas médicas e remédios em alto mar costumam ser muito caros, ou mesmo sempre é preciso considerar o risco de perder documentos e bagagens durante qualquer viagem. 

Por isso, é prudente investir em seguro viagem para cruzeiro marítimo. 

Vantagens do seguro viagem

Inegavelmente, é vantajoso fazer um seguro viagem, até porque, imprevistos acontecem e quando fora da nossa área de conforto, poder contar com um seguro, vai garantir mais tranquilidade e segurança.

Assim, caso passe mal, ou venha ter algum acidente de carro, poderá contar com seu seguro viagem, e isso vale tanto para viagens em território nacional, como no exterior, um seguro oferece as mesmas funções e coberturas. Basta montar um plano que seja ideal para você.

Dentre as possibilidades de coberturas, na maioria dos planos, podemos contar com:

  • Assistência médica por doença, doença preexistente ou acidente;
  • Assistência jurídica;
  • Assistência odontológica;
  • Hospedagem para acompanhante (em caso de internação);
  • Assistência farmacêutica;
  • Assistência funerária.

Certamente, contratar seguro para viagens nacionais sai mais barato que para internacionais, porém, sempre vale a pena.

Por exemplo, imagine precisar se consultar com um médico ou ser internado, se não contratar um seguro viagem, mesmo no Brasil, terá que desembolsar valores que podem ultrapassar a casa dos R$ 1 mil ou R$ 2 mil. 

Por outro lado, se contratar um seguro viagem no Brasil, todos os gastos serão totalmente cobertos pelo seu seguro.

Até mesmo no caso de ter que remarcar alguma viagem, em vez de gastar mais dinheiro com taxas de remarcação da passagem, ao contar com seguro viagem, ele resolverá esse problema para você.

E é isso, agora que já sabe a importância de investir em seguro viagem, já pode planejar suas férias contando com muito mais segurança e tranquilidade. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Olá! Eu sou a Luana Lopo, sou uma baiana completamente apaixonada por viagens.

    Compartilho nas minhas redes sociais (@viagemecura) e aqui no blog minhas experiências de viagem ao redor do mundo, incentivando outras pessoas realizarem a viagem dos sonhos. Compartilho ainda o meu dia a dia e o meu lifestyle.

    Leia mais

  • Reserve pelo TripAdvisor

  • Baixe o ebook gratuito Viajando Sozinha

    capa de um ebook sobre viajar sozinha, foto de uma mulher de costas em uma cachoeira em tons terrosos e título do livro em cores também terrosas
  • Booking.com